Fonte: Site Oficial

Com um gol salvador de Thiago Ribeiro, o Cruzeiro venceu o Botafogo por 1 x 0, na noite deste domingo, no Mineirão, conquistou seu terceiro triunfo seguido no Campeonato Mineiro e manteve a sétima colocação da competição nacional, a apenas quatro pontos da zona de classificação à Libertadores.

O time de melhor campanha no segundo turno volta a campo no próximo domingo, contra o Corinthians, em São Paulo, enquanto a equipe carioca disputará o clássico contra o Flamengo, no mesmo dia, mas antes, na quarta-feira, encara o Cerro Porteño, em Assunção, pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

Embalado na competição e com quatro jogos de invencibilidade, o Cruzeiro buscou o ataque desde o início da partida enquanto o adversário, bem fechado atrás, procurava os espaços celestes para tentar surpreender o atual bicampeão mineiro.

Com a defesa botafoguense congestionada, a Raposa apostava nos chutes de longa distância e nos cruzamentos para a área. Mas o goleiro Jefferson estava inspirado e salvou o Botafogo seguidas vezes, a primeira delas em um chute forte do lateral-esquerdo Diego Renan.

Depois, foi a vez dele segurar uma finalização de Leandro Lima, após o meia-atacante desviar cruzamento de Diego Renan. Ainda no primeiro tempo, Jefferson defendeu um chute de Guerrón e, em duas ocasiões, saiu muito bem do gol, nos pés de Thiago Ribeiro, evitando as finalizações do atacante celeste.

O Botafogo, jogando nos contra-ataques, demorou, mas quando chegou próximo do gol do Cruzeiro, deu muito trabalho ao arqueiro estrelado, como em dois chutes de Victor Simões, nos minutos finais da primeira etapa.

Apesar de os dois times terem voltado para o segundo tempo com as mesmas escalações, o jogo ficou bem diferente, mais disputado no meio-de-campo. Aos 7 minutos, Leandro Lima recebeu a bola e chutou de primeira, para fora.

Em seguida, o técnico Adilson Batista mexeu na equipe e colocou Fernandinho, que voltou a jogar depois de sete meses ausente por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo, e Soares nos lugares de Leandro Lima e Guerrón.

As alterações tiveram resultado imediato e, aos 17 minutos, o Cruzeiro finalmente abriu o marcador. Jonathan lançou Thiago Ribeiro, que passou pela zaga do Botafogo e chutou firme, na saída de Jefferson. Cruzeiro 1 x 0.

Atrás no marcador e com a possibilidade de voltar à zona de rebaixamento, o Botafogo se mandou para o ataque e quase empatou, dois minutos depois, em um chute de André Lima, que Fábio defendeu bem.

O técnico Adilson Batista fez a última alteração, substituindo Henrique por Fabinho, para dar sangue novo ao meio-de-campo. Mas, aos 32, Soares levou uma pancada na cabeça e teve que sair de campo, deixando o Cruzeiro com um jogador a menos, já que o treinador celeste havia feito as três substituições.

A pressão do Botafogo aumentou ainda mais, o time carioca teve chance de empatar, mas não conseguiu ultrapassar o goleiro Fábio, que, nos instantes finais, fez duas importantes defesas, principalmente em um chute de Rodrigo Dantas.

Anúncios