Fonte: Site Oficial

Em um jogo bastante emocionante, o Cruzeiro mostrou novamente seu poder de reação e venceu o Sport por 3 x 2, de virada, na noite deste sábado, na Ilha do Retiro, em Recife, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Foi mais um triunfo sensacional da Raposa como visitante, o oitavo jogando fora do Mineirão, especialmente pelo fato de o time estar perdendo de 2 x 0 e conseguir a virada, que o deixa na quarta colocação da competição, dentro da zona de classificação à Libertadores.

Thiago Ribeiro, Leonardo Silva e Guerrón marcaram os gols do Cruzeiro, que pode ser superado por Flamengo e Internacional na classificação. As duas equipes jogam neste domingo, o Flamengo contra o Atlético-MG e o Internacional diante do Barueri.

O Cruzeiro, que volta a campo no próximo sábado, contra o Grêmio, no Mineirão, começou bem no jogo e partiu para cima do time da casa desde o início da partida. Logo aos 2 minutos, quase abriu o marcador, com Diego Renan, que chutou forte, de fora da área, e Magrão colocou para escanteio.

Já o Sport explorava os contra-ataques e chegava com perigo, mas esbarrou em defesas de Fábio e uma boa intervenção de Fabrício.

Dominando amplamente as ações, a Raposa ainda teve uma boa chance de abrir o marcador, através de Wellington Paulista, após cruzamento de Diego Renan, mas o atacante celeste foi travado pelo zagueiro César e chutou desequilibrado.

Na seqüência, aos 12 minutos, Arce comandou um contra-ataque e cruzou na medida para Wilson marcar, sem chance alguma para Fábio. O Cruzeiro sentiu o golpe e, quatro minutos depois, levou o segundo gol, novamente com Wilson, após lançamento na medida de Adriano Pimenta.

Com o placar desfavorável, o Cruzeiro soube manter a calma e diminuiu o marcador, aos 20 minutos, em um chute forte de Thiago Ribeiro, depois de cobrança de falta de Fabrício.

O gol incendiou o time mineiro que, a partir desse lance, voltou a comandar a partida e passou a sufocar o Sport em sua defesa. Ainda no primeiro tempo, Jonathan, Gilberto, Henrique e Wellington Paulista finalizaram com perigo e poderiam ter empatado.

No segundo tempo, a pressão celeste aumentou ainda mais até que, aos 7 minutos, em cobrança de falta, Gilberto colocou a bola na medida para Leonardo Silva marcar, de cabeça.

Pouco tempo depois, o volante Andrade, que já havia levado cartão amarelo, foi novamente advertido, desta vez por uma falta em Jonathan, e acabou expulso da partida, deixando o Sport com um jogador a menos em campo.

Adilson Batista logo mexeu no Cruzeiro, colocando o equatoriano Guerrón no lugar de Diego Renan, para aproveitar a superioridade numérica da equipe mineira.

A virada da Raposa era questão de tempo e finalmente aconteceu, aos 20 minutos. Wellington Paulista recebeu lançamento e cruzou para Guerrón, dentro da pequena área, virar o marcador. Cruzeiro bonito na frente, 3 x 2.

A partir daí, o bicampeão mineiro passou a tocar mais a bola e conseguiu evitar as investidas do Sport, que acabou sofrendo a derrota, que o deixa na lanterna e ainda mais próximo do rebaixamento à segunda divisão.

Anúncios