Fonte: UOL Esportes

Para sair à frente diante do São Paulo no confronto pelas quartas de final da Copa Libertadores, o Cruzeiro tem ao seu lado o retrospecto de 100% de aproveitamento como mandante na competição internacional. Diante do tricolor, nesta quarta-feira, a partir das 21h50 (horário de Brasília), além de buscar a sexta vitória no Mineirão, a equipe celeste tentará um resultado que lhe dê tranquilidade para decidir a vaga nas semifinais dentro do Morumbi.

Nas oitavas de final, o Cruzeiro também jogou o primeiro jogo no Mineirão e venceu o Nacional por 3 a 1. O volante Henrique espera que a estratégia se repita contra o São Paulo. “O resultado em casa é o fator mais importante. Nós sabíamos que primeiro jogo teríamos de fazer o placar bom, foi assim que entramos contra o time uruguaio. Com esse pensamento que temos de entrar contra o São Paulo para fazer o resultado e jogue mais tranquilo em São Paulo”, observou.

Além de sair à frente do Nacional nesta edição, o Cruzeiro aproveitou o mando de campo no primeiro jogo contra dois times brasileiros no ano passado. Foi assim diante do próprio São Paulo, também nas quartas de final, e contra o Grêmio nas semifinais.

Com esse retrospecto, o atacante Thiago Ribeiro avalia que é melhor abrir o confronto em casa. “Em casa, você toma a iniciativa do jogo e vai em busca do resultado. Conseguindo o resultado, você tem uma tranquilidade grande para jogar na casa do adversário. Alguns preferem jogar a segunda em casa, mas eu prefiro a primeira”, disse.

Em cinco jogos como mandante na atual edição da Libertadores, o Cruzeiro sempre saiu de campo vitorioso. Na fase preliminar, a equipe comandada por Adilson Batista goleou o Real Potosí por 7 a 0. Como havia empatado em 1 a 1 na Bolívia, o time avançou à fase de grupos da competição para integrar a chave 7.

Em seu grupo, o Cruzeiro conquistou todos os nove pontos que disputou diante de sua torcida. No primeiro jogo no Mineirão pelo grupo 7, o Cruzeiro goleou o Colo-Colo por 4 a 1. Nos dois jogos seguintes, os comandados de Adilson Batista venceram o Deportivo Itália por 2 a 0 e o Vélez Sarsfield por 3 a 0.

Nas oitavas de final, o Cruzeiro alcançou sua quinta vitória em casa diante do Nacional. Com três gols do atacante Thiago Ribeiro, a equipe celeste venceu por 3 a 0. No Mineirão, o time celeste marcou 19 gols, o que dá ao ataque da equipe celeste a média de 3,8 gols por partida como mandante. Aliado a um bom aproveitamento ofensivo está um bom rendimento da defesa. Foram apenas dois gols sofridos em casa na competição internacional.

Anúncios