You are currently browsing the tag archive for the ‘bígamo’ tag.

Fonte: UOL Esporte

Ao analisar o episódio envolvendo a participação de Kléber em festa promovida pela Mancha Verde, sábado passado, o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, evidenciou que não se importa pelas manifestações públicas de carinho feitas pelo jogador em relação ao Palmeiras. “O torcedor tem que entender que ele namora com os dois, que ele é um bígamo”, disse.

Zezé Perrella lembrou que Kléber nunca negou o carinho e as amizades que tem no Palmeiras. “Ele já deu várias entrevistas dizendo que só jogaria em dois clubes no Brasil: no Palmeiras e Cruzeiro. Acho que o torcedor não tem o direito de se sentir traído, porque ele nunca negou a relação com o Palmeiras e com integrantes da torcida organizada, que são amigos dele”, disse.

O presidente cruzeirense revelou que Kléber ficou chateado com alguns integrantes da Mancha Verde. “O Kléber diz que alguns integrantes da torcida do Palmeiras usaram isso para desestabilizar a relação dele com a nossa torcida, e consequentemente levaram o Kléber para la. Ele já se desculpou com a própria torcida”, comentou.

Para Zezé Perrella, a situação foi agravada por causa da rivalidade entre Máfia Azul e Mancha Verde. “Caras da Máfia Azul me falaram que se fosse com a torcida organizada do São Paulo não teria problema, se fosse com o Atlético-PR não teria problema. Na verdade é uma briga de duas torcida, que eu não vou entrar”, comentou.

“Tenho o maior respeito pela Máfia Azul, mas isso é ciuminho. Eles acham que o Kléber os traiu com o inimigo, se fosse com o amigo não teria problema. É briga de facções de torcidas e não representa o pensamento da maior parte dos cruzeirenses”, comentou. Zezé Perrella disse esperar toda a torcida do Cruzeiro agradeça ao Kléber, quando ele entrar em campo contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, pelo profissional que é.

Sem preocupação

Para o volante Fabrício, Kléber é um jogador experiente, apesar de novo e que está acostumado a ser destaque pelos times que defende. “Foi assim no Palmeiras e é agora no Cruzeiro. Ele está acostumado a lidar com essas situações, é um jogador muito calmo, não temos preocupação nenhuma com relação a isso”, observou.

Fabrício reconhece que é possível que em caso de uma atuação ruim do jogador que alguns torcedores entendam errado. “A gente que está fora dessa polêmica pode fazer avaliação mais fria, pelo lado do torcedor pode acontecer de o jogador não ir bem e pensarem que é porque ele torce por outro time, porque fez corpo mole, mas a gente conhece o Kléber e sabe o profissional que ele é. Nunca iria se comprometer de tal maneira”, afirmou.

Anúncios

Siga-nos no Twitter