You are currently browsing the tag archive for the ‘fábio’ tag.

Muitos torcedores vivem pedindo uma camisa de goleiro com mangas curtas, então trouxemos essa grande sugestão pra vocês.

A Camisa Cruzeiro Retrô do Fábio ficou com um estilo muito bacana e pode ser utilizada nas mais diversas ocasiões, inclusive como uma roupa casual.

Este modelo traz a assinatura do goleiro no peito e conta com o tecido Play Dry para a melhor evaporação do suor, além de proteger o corpo contra os raios solares nocivos à pele.

E aí, curtiu?

Então garanta já a sua Camisa Cruzeiro Retrô do Fábio!

Fonte: Globo Esporte

Nessa quarta-feira, o goleiro Fábio e o zagueiro Thiago Heleno foram operados em Belo Horizonte. As cirurgias foram bem-sucedidas e, de acordo com Paulo Roberto Gomes, médico do Cruzeiro, ambos passam bem.

Fábio retirou o apêndice, que estava lhe causando dores constantes. Já Thiago Heleno corrigiu uma hérnia inguinal. Os dois somente deverão voltar aos gramados de quatro a seis semanas.

O elenco cruzeirense está nos Estados Unidos, onde realizará dois amistosos, no dia 13, contra o New England Revolutions, e no dia 18, diante do New York. A expectativa é que Fábio e Thiago Heleno já tenham condições de enfrentar o Atlético-PR, no dia 14 de julho, na Arena da Baixada, no retorno do Campeonato Brasileiro, após o encerramento da Copa do Mundo.

Fábio ainda vive a expectativa de se transferir para o futebol europeu. Porém, o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, adiantou que fará de tudo para que o goleiro permaneça na Toca da Raposa II. Juventus, da Itália, e Sporting, de Portugal, teriam manifestado interesse na contratação do jogador.

Fonte: Globo Esporte

O Cruzeiro sofreu mais uma baixa em relação ao grupo que viajará aos Estados Unidos, para realizar dois amistosos, contra o New England Revolutions, no dia 13, e o New York, em Nova Jersey, no dia 18. O goleiro Fábio sofreu duas crises apendiculares e terá o apêndice retirado.

Essa não é a primeira vez que Fábio sofre com esse tipo problema. Em 2009, o goleiro desfalcou a equipe celeste, após sentir dores abdominais intensas, depois do empate em 1 a 1 com o Botafogo, no Maracanã.

– Estamos diante de um atleta em atividade com crise apendicular, que poderia impor necessidade de cirurgia em situação de urgência, sem respeitar a agenda. Discutimos com a comissão técnica e principalmente com o Fábio sobre a possibilidade de fazer a cirurgia de maneira eletiva. Ele concordou e isso vai acontecer agora – detalhou Paulo Roberto Gomes, médico do Cruzeiro, ao site oficial.

A ausência de Fábio do grupo que jogará nos Estados Unidos logo abriu diversas especulações de que o goleiro estaria, na verdade, sendo negociado com o futebol da Europa. Nas últimas semanas, Juventus da Itália e Sporting de Portugal manifestaram interesse em contar com o jogador. Entretanto, o próprio Fábio e a diretoria celeste afirmaram que não existe nenhuma negociação em andamento.

Fábio ficará fora dos gramados de quatro a seis semanas.

Mais uma cirurgia

Outro jogador que também será operado é Thiago Heleno. O zagueiro sofrerá uma cirurgia para corrigir uma hérnia inguinal. O prazo de recuperação também é de quatro a seis semanas.

– O Thiago Heleno vinha com dores na região inguinal, e nós detectamos que ele tem uma hérnia que não seria de indicação imperativa de cirurgia. Isso nos permitiu agendar para um melhor momento, que seria na parada da Copa do Mundo. Ele vai se submeter a uma hernioplastia e nós esperamos que essas dores se resolvam – disse Paulo Roberto Gomes.

Fonte: UOL Esporte

Nesta quarta-feira, a partir das 21h50 (horário de Brasília), o Cruzeiro faz sua “despedida” do Mineirão, diante do Santos. No último jogo no estádio da Pampulha antes do fechamento para obras visando à Copa do Mundo de 2014, o time celeste pretende se apoiar em sua casa para se reabilitar de derrota para o Ceará na última rodada do Brasileirão.

“É praticamente o último jogo em casa. Ficamos sentidos porque é a nossa casa, o nosso lar, onde estamos acostumados a jogar, mas temos que fechar com boa vitória, ainda mais contra o Santos”, afirmou o volante Henrique.

O volante Fabinho espera por dificuldades enquanto o Cruzeiro jogar longe do Mineirão. “Vai ser complicado, porque o Mineirão é nossa casa, onde estamos acostumados a jogar. Usamos bem as dimensões, porque é um campo diferenciado, grande. Vai complicar um pouco porque vamos jogar fora de Belo Horizonte. Mas faz parte. Cabe a nós trabalhar e passar por cima dessa dificuldade”, analisou.

O Cruzeiro ainda não confirmou onde mandará seus jogos no período em que o Mineirão estiver fechado para obras. O local mais provável é a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, que passa por reformas para receber as partidas dos times da capital mineira até 2013, quando o estádio da Pampulha será reaberto.

“A equipe é muito acostumada a jogar no Mineirão e faz valer a sua força. Teremos que nos adaptar aonde formos jogar. Termos de ter empenho dobrado para se adaptar ao novo estádio”, comentou o goleiro Fábio.

Ele avalia que as reformas no Mineirão serão importantes para deixar o principal estádio de Minas Gerais em boas condições. “Vai ser um estádio totalmente novo. Essa Copa vai favorecer para que nossos estádios tenham estrutura de primeiro mundo. Não adianta ter só uma seleção que se destaca e estádios distantes da Europa e da Ásia”, observou.

Para o goleiro cruzeirense, a partida diante do Santos terá importância ainda maior. O arqueiro colocará seus pés na calçada da fama do Mineirão. “É um presente de Deus. É maravilhoso receber essa homenagem antes da partida. É super importante, pelos jogadores que já estão e eu tão novo já ser reconhecido. A gente fica grato pelo carinho de todos”, disse.

Depois da partida diante do Santos, o Cruzeiro ainda fará mais um jogo antes da paralisação para a Copa do Mundo da África do Sul. No domingo, o time celeste enfrentará o Atlético-GO, em Goiânia.

Fonte: Portal Terra

Os dois principais jogadores do Cruzeiro na temporada tem seus nomes ligados a clubes europeus. Contudo, o presidente Zezé Perrella pretende continuar com Thiago Ribeiro e Fábio no grupo de Adilson Batista.

“Não (tem proposta pelo Thiago Ribeiro). Eu escuto isso muito de empresário, que vai aparecer proposta, que vai isso, que vai aquilo. É um jogador que eu não gostaria de negociar agora. É um jogador que chegou aqui desacreditado, ninguém era muito fã do Thiago, a própria torcida não era fã e é um dos jogadores importantes do time hoje”, disse Perrella.

Em relação ao goleiro Fábio, o presidente do clube mineiro mantém discurso parecido. “Não recebi nenhuma proposta pelo Fábio. O que posso prometer é que farei tudo o que estiver ao meu alcance para que ele não nos deixe”, acrescentou.

O Cruzeiro enfrenta o Santos na próxima quarta-feira, no Mineirão, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

A derrota para o São Paulo por 2 a 0 no Estádio do Mineirão não tirou a confiança do goleiro Fábio de que o Cruzeiro conseguirá a classificação às semifinais da Copa Libertadores. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o capitão da equipe na última quarta-feira, disse ser possível vencer o adversário no Morumbi, como ocorreu no ano passado.

“O importante é a gente continuar com o mesmo pensamento. Infelizmente a bola não entrou e, se tivesse entrado, mudaria a historia da partida. Nada que a gente não possa ir para São Paulo e ganhar, como no ano passado. Vencer por 2 a 0 e depois nos pênaltis. Se fizermos o primeiro gol a pressão passa para o lado deles”, afirmou o arqueiro.

Fonte: UOL Esportes

Com o Cruzeiro em desvantagem no confronto das quartas de final da Copa Libertadores, diante do São Paulo, o goleiro Fábio buscou um exemplo de virada em sua carreira para aumentar as esperanças de reverter a situação desfavorável contra o tricolor paulista.

Fábio era o goleiro reserva do Vasco em 2000, quando a equipe carioca conseguiu impressionante virada diante do Palmeiras na final da Copa Mercosul, no Parque Antarctica, e se sagrou campeã da competição internacional. Depois de sair em desvantagem por 3 a 0 no primeiro tempo, Romário marcou três vezes e Juninho Paulista mais uma para que o Vasco chegasse à virada por 4 a 3 na casa do adversário.

“Estive dentro de um time que conseguiu uma virada em 45 minutos e conseguiu fazer quatro gols. Era uma competição sul-americana e uma equipe muito forte, que foi Vasco e Palmeiras no Parque Antarctica, e o Vasco conseguiu, em 45 minutos, fazer quatro gols. O futebol, quando se tem a oportunidade de entrar em campo, você depende de sua força. Se estivermos concentrado e confiantes, isso dependerá do empenho de nós jogadores”, destacou o goleiro cruzeirense.

O camisa 1 celeste utilizará o exemplo para incentivar os companheiros para reverter a desvantagem diante do São Paulo. “Muitos vivenciaram esse jogo. O importante é a gente fazer o primeiro gol para jogar a pressão para o lado do São Paulo. Temos que pensar que a gente está dentro ainda e que bastará o nosso esforço”, ressaltou.

Com a derrota por 2 a 0 para o São Paulo no Mineirão, o Cruzeiro precisa vencer por dois gols de diferença (a partir de 3 a 1) no Morumbi, na próxima quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), para avançar às semifinais da Libertadores. Caso devolva o placar de 2 a 0, a vaga será decidida em disputa de pênaltis.

Para Fábio, o Cruzeiro não pode perder a esperança em se classificar. “É importante a gente continuar com o mesmo pensamento. Infelizmente, a bola não entrou. Se nossa equipe tivesse feito um gol, mudaria todas circunstâncias da partida. A gente teve oportunidades e não conseguimos fazer o gol. Mas nada que a gente não possa ir para São Paulo, como fizemos no ano passado, e vençamos por 2 a 0”, salientou.

O goleiro cruzeirense tem como experiência positiva também a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo no Morumbi pelas quartas de final da Libertadores do ano passado. Como havia vencido por 2 a 1 no Mineirão, a equipe celeste avançou às semifinais.

Fonte: Globo Esporte

O goleiro Fábio, do Cruzeiro, comemorou bastante o resultado diante do Nacional-URU, pelas oitavas de final da Taça Libertadores. Para o jogador, a equipe criou muitas chances, mas vacilou no início do segundo tempo, quando sofreu o gol da equipe uruguaia.

Para se classificar, o time mineiro jogará pelo empate ou até mesmo por uma derrota por um gol de diferença. A partida da volta será realizada na próxima quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no estádio Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai.

– A vantagem é boa, mas nós temos que nos entregar inteiramente à partida. Pelas dimensões do estádio, vai ser um jogo de muita pressão, com bolas alçadas na área. Queremos trazer a classificação para Belo Horizonte – afirmou o goleiro Fábio, do Cruzeiro.

Pelo Cruzeiro, o goleiro já disputou 327 jogos e sofreu 374 gols. Fábio é o terceiro goleiro que mais vezes atuou com a camisa celeste. Ele só perde para Raul, que tem 557 partidas no currículo, e Geraldo, que tem 368.

A respeito de Raul, Fábio admitiu que a camisa amarela utilizada nas partidas é uma homenagem ao ídolo da torcida cruzeirense na década de 60.

– A gente faz no mínimo quatro camisas com cores diferentes. Nós temos várias opções. Mas não deixa de ser uma homenagem ao goleiro Raul – falou Fábio.

Com a vantagem sobre o Nacional, o Cruzeiro se aproximou das quartas de final da Taça Libertadores. No ano passado, o time mineiro chegou à decisão do torneio, mas perdeu para o Estudiantes, da Argentina, em pleno Mineirão. Segundo o goleiro Fábio, a situação agora é bem diferente.

– O Cruzeiro, no ano passado, em nenhum momento, foi favorito. Nós adquirimos muita experiência e fomos ganhando os jogos durante a competição. Chegamos à final, mas não ganhamos. Não jogamos bem na decisão. Aprendemos da pior forma possível. Porém, neste ano, a equipe é mais estruturada e sabe o que pode render – explicou o goleiro cruzeirense.

Mesmo em boa situação na Taça Libertadores, Fábio admitiu toda sua insatisfação com a eliminação no Campeonato Mineiro. Atlético e Ipatinga decidem neste domingo, no Mineirão, o título estadual.

– Vou torcer para um bom futebol. Respeito as duas equipes, que chegaram por méritos. Infelizmente, não conseguimos passar pelo Ipatinga. Tenho amigos nas duas equipes e tomara que seja um belo jogo. Que vença a equipe que merecer – disse o goleiro celeste.

Fonte: Cruzeiro.com.br

A queda no Campeonato Mineiro não diminuiu a confiança dos jogadores do Cruzeiro na busca pelo tricampeonato da Copa Santander Libertadores. Para o goleiro Fábio, um dos destaques do time na temporada, os jogadores precisam levantar a cabeça e trabalhar forte para seguir adiante na competição continental.

“Não pode influenciar, porque é uma competição diferente. A gente tem o sonho de conquistar (a Libertadores) e disputar um torneio mundial. Agora, temos que pensar no trabalho que temos pela frente e buscar as vitórias novamente”, observou.

Como terminou a fase de grupos da Libertadores na segunda posição do grupo 7, o Cruzeiro tem que esperar o término da rodada nesta quinta-feira para conhecer seu próximo adversário. Consciente disso, Fábio afirmou que ficará atento aos jogos.

“A gente vai treinar e esperar nosso adversário na Libertadores. Vamos acompanhar os jogos desta semana”, observou.

Já o armador Gilberto ressaltou que o time celeste tem potencial para conquistar a Libertadores e o Campeonato Brasileiro.

“Vamos continuar trabalhando, tentando fazer o melhor com esta camisa para que o Cruzeiro consiga sempre chegar aos títulos, que é o que pede a camisa, o Clube e a torcida”, destacou.

Fonte: Lance.com.br

Dois jogadores que chamaram a atenção de Carlos Alberto Parreira aproveitaram para agradecer os elogios na Toca da Raposa 2. O goleiro Fábio e o volante Henrique ficaram satisfeitos com as palavras do técnico do tetracampeonato mundial brasileiro.

Fábio aproveitou para reinvindicar um lugar na Seleção Brasileira de Dunga.

– Eu fico satisfeito pelo reconhecimento, isso que é importante. Estou fazendo um trabalho produtivo no Cruzeiro ao longo desses anos e tenho recebido esse reconhecimento. Infelizmente, não chegou ainda ao treinador da seleção, mas espero que ele comece a me observar com carinho e me dê uma oportunidade que tanto almejo ao longo desses anos – afirmou o camisa 1 celeste.

Questionado se mantém contato com Dunga, Fábio explicou que é amigo de Jorginho, auxiliar técnico. Ambos trabalharam juntos no Vasco, no Rio de Janeiro.

O volante Henrique, por sua vez, agradeceu Parreira.

– Isso é muito gratificante. Fico feliz por ser elogiado por um treinador campeão do mundo, que é muito respeitado em todo os lugares. Agora preciso manter a pegada e continuar ajudando o Cruzeiro nesse meio de campo – afirmou o jogador.

Henrique ainda disse que sonha em defender a Seleção Brasileira.

Siga-nos no Twitter

  • @Thiagodans Bom dia, o seu pedido confirmou e foi realizada a personalização. Finalizaremos a sua entrega até o dia 25/08.postado 23 hours ago
  • @Leonard78748011 bom dia! Não temos como efetuar a troca do produto, pois o produto que enviamos para vc sofreu alteração.postado 23 hours ago
  • @Thiagodans Oi, boa tarde! Verei o andamento da sua entrega. Qual é o número do seu pedido?postado 1 day ago
  • @MichaelLucio boa tarde! Estou aguardando a disponibilidade do fornecedor para oferecer mais produtos. Acompanhe o nosso site.postado 1 day ago
  • @Leonard78748011 boa tarde! Nós administramos a loja virtual do ShopCruzeiro. Não temos ligação com as lojas físicas.postado 1 day ago