You are currently browsing the tag archive for the ‘retorno’ tag.

Fonte: Globoesporte.com

Kleber mais uma vez fez valer o apelido de Gladiador e se escalou para voltar ao Cruzeiro nesta quinta-feira, às 21h15m (de Brasília), contra o Deportivo Itália, no Estádio Olimpico, em Caracas, pela terceira rodada do Grupo 7 da Taça Libertadores. O atacante esteve ausente nos últimos três jogos da Raposa por conta de uma contratura muscular na coxa esquerda. O lateral-direito Jonathan, que costuma se entender muito bem em campo com o jogador, comemorou.

– O Kleber é importante aqui ou em qualquer equipe que ele possa jogar. Ainda bem que ele está do nosso lado. Ele protege muito bem a bola e é o nosso artilheiro. Seu retorno é muito bem-vindo – disse o lateral.

Kleber fará dupla com Thiago Ribeiro, que foi confirmado para a vaga de Wellington Paulista, machucado. Roger entra no lugar de Gilberto, suspenso. O Cruzeiro de Adilson Batista deverá ir a campo com Fábio, Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Henrique, Pedro Ken e Roger; Thiago Ribeiro e Kléber.

Anúncios

Fonte: UOL Esporte

O atacante Kléber, que foi operado do púbis, há pouco mais de 40 dias, não vê problema em ficar no banco contra o Coritiba, no próximo domingo, às 17h, no Mineirão. O jogador, no entanto, diz não saber se terá condições de voltar à equipe celeste. Segundo ele, isso será decidido no sábado.

“Vamos ver, na terça-feira o coletivo foi forte e senti um pouco de dor depois. Tanto é que dei uma segurada e já voltei melhor. Vamos ver como vai estar no sábado, que é o dia de concentração para o jogo. Espero que até lá esteja melhor tanto física, como tecnicamente”, comentou.

Kléber disse que sua vontade é a de ir para o jogo contra o Coritiba para poder ajudar. “Minha ansiedade é grande e a vontade de poder atuar de novo, de poder estar no Mineirão, em um campo em que me saí muito bem, fiz bastante gols. Espero poder voltar e ajudar o Cruzeiro mais uma vez”, destacou.

Indagado se teria problema em ficar no banco de reservas, o Gladiador, como é conhecido, lembrou que quando chegou ao Cruzeiro, no início do ano, ficou na suplência, inicialmente. Ele estreou no time celeste, na vitória por 3 a 0 sobre o Estudiantes, na estreia da Libertadores, quando começou no banco, entrou, fez dois gols e foi expulso em um intervalo de 14 minutos que ficou em campo.

“Quando eu cheguei ao Cruzeiro, no meu primeiro jogo, fiquei no banco, entrei e ajudei o Cruzeiro contra o Estudiantes. Não tem problema nenhum, estou vindo de contusão, mais de um mês parado”, comentou. “Mesmo que eu entre no segundo tempo, ainda vou sentir um pouco de cansaço, mesmo que seja 15, 20 minutos, a gente tem de pensar em ajudar, independente de quem jogar, a classificar o time para a Libertadores”, acrescentou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

O Cruzeiro pode ter uma atração a mais na partida de domingo, contra o Coritiba, no Mineirão, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro: a volta do atacante Kléber, que se recuperou de cirurgia no púbis, realizada pelo médico do Corinthians, Joaquim Grava, em 14 de outubro.

Na tarde desta terça-feira, Kléber participou normalmente de um coletivo dos reservas contra o time júnior e pode entrar nos planos da comissão técnica.

Foi o primeiro coletivo de Kléber desde o final do tratamento. O atacante se movimentou bem na atividade e depende agora de evolução física no decorrer da semana para poder ser relacionado pelo técnico Adílson Batista.

Durante o treinamento, Kléber formou dupla com Wellington Paulista, que, ao que tudo indica, está perdendo a vaga de titular para o jovem Eliandro.

Quem também pode retornar à equipe é o equatoriano Guerrón, recuperado de estiramento muscular na coxa direita. Apesar de não participar do coletivo, o atacante voltou a fazer trabalhos físicos na Toca da Raposa II.

Fonte: Globoesporte.com

O zagueiro Gustavo retornou aos gramados na última terça feira, em um coletivo contra os juniores na Toca da Raposa 2. O defensor do Cruzeiro vem se recuperando de forma acelerada de uma cirurgia para reconstituir o ligamento cruzado anterior do joelho direito, rompido na partida contra o Palmeiras, no turno do Campeonato Brasileiro.

Depois de cinco meses inato, o jogador treinou por meia hora, reforçando o time sub-20 celeste. A previsão inicial dos médicos era que o jogador só voltaria a atuar seis ou oito meses depois da contusão. Agora, o zagueiro acredita que estará preparado para realizar a pré-temporada em janeiro de 2010.

– Fico feliz por a comissão técnica ter me dado oportunidade de voltar aos gramados. Foi uma recuperação muito rápida em cinco meses. Os médicos também estão de parabéns. Mas teve muito sacrifício e dedicação. Fazer aquilo que a gente gosta é gratificante. Espero evoluir nas partes física e técnica para voltar a jogar – afirmou, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

O preparador físico da Raposa, José Mário Campeiz, recordou que Gustavo foi liberado pelo departamento médico do Cruzeiro para realizar atividades físicas há um mês e meio. José Mário Campeiz acredita que, com os coletivos, o defensor conseguirá readquirir melhor condicionamento físico e depois precisará apenas de ritmo de jogo.

– Fisicamente, o Gustavo está muito bem. A preocupação nossa é com os aspectos técnico e tático, que dão um ritmo maior. As movimentações são diferentes do que ele realiza na parte física. Toda vez que ele tem a confrontação com um adversário, algumas capacidades são exigidas, como giros de corpo e movimentações mais intensas- explicou.

Fonte: Globoesporte.com

O técnico Adilson Batista poderá contar com o atacante Thiago Ribeiro para o jogo deste sábado, às 18h30m, contra o Sport, em Recife, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador do Cruzeiro cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Fluminense e está liberado para atuar no fim de semana.

O centroavante é mais uma opção de ataque para o treinador, que no domingo escalou Guerrón e Wellington Paulista como titulares. O jovem Eliandro, de 19 anos, ficou no banco de reservas e entrou no segundo tempo contra o Fluminense.

Autor de um gol no domingo, Wellington Paulista provavelmente voltará a jogar com Thiago Ribeiro, na Ilha do Retiro. Eles devem formar a dupla de ataque celeste por 15 vezes na temporada e têm estilos que se completam. Aliás, Wellington sabe que a partida de sábado será decisiva para as pretensões do Cruzeiro.

Fonte: Site Oficial

O Dia de Finados foi de trabalho para o zagueiro celeste Leonardo Silva, em fase final de recuperação de estiramento muscular na panturrilha direita. Ao lado de Cláudio Caçapa, o capitão do Cruzeiro compareceu nesta segunda-feira ao Centro Avançado de Reabilitação Esportiva (CARE) para se exercitar na sala de musculação e fazer uma corrida leve.

Leonardo Silva já não sente dor no local da lesão e, de acordo com o fisioterapeuta Charles Costa, deve ser liberado na terça-feira para iniciar o trabalho de condicionamento físico. Já Cláudio Caçapa permanecerá em tratamento de estiramento na coxa direita.

Ausente das partidas contra Botafogo, Corinthians, Santo André e Fluminense, Leonardo Silva acredita que retomará a braçadeira de capitão no sábado, quando o Cruzeiro enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro.

“O tratamento foi bem feito e a recuperação, boa. Agora é voltar nesta semana e me condicionar bem para ficar à disposição contra o Sport. Estou bem animado, a dor sumiu totalmente. Vou fazer tudo o que precisar na preparação física e nos treinos táticos para me colocar em condições”, disse Leonardo ao Site Oficial.

Leonardo Silva não atua desde a vitória por 1 x 0 sobre o Atlético-MG, em 12 de outubro, mas não crê que terá problema para voltar a campo após três semanas parado.

“É um momento em que todo mundo tem que treinar e ficar à disposição do Adilson (Batista) para que a gente possa ter força máxima e dar mais uma arrancada”, comentou.

Líder que é, Leonardo Silva diz que a derrota para o Fluminense no domingo prova que o Cruzeiro não pode subestimar o Sport, que caiu para a lanterna do Brasileiro.

“É um jogo bastante difícil. Vamos pegar novamente uma equipe que está na última colocação e vai querer a todo custo a vitória. A gente já teve um exemplo disso, uma lição muito grande. Temos que estar preparados para conseguir a vitória, a única coisa que nos resta se quisermos chegar à Libertadores e ao título”, avaliou.

A cinco rodadas do fim, o Cruzeiro ocupa a sexta colocação do Brasileiro, com 51 pontos, três a menos que o quarto colocado Flamengo. As chances são reais de se atingir o G-4, já que são 15 pontos ainda em disputa e o resultado de domingo não irá impedir isso. É o que garante o capitão celeste.

“A equipe não perdeu o foco. Foi uma derrota que nos trouxe muita tristeza, mas a equipe está focada na Libertadores. Temos muita chance ainda, nessas últimas rodadas vai se definir tudo. Ao final, com certeza o Cruzeiro vai chegar à Libertadores”, afirmou.

Fonte: Globoesporte.com

O atacante Wellington Paulista foi a grande novidade do treino do Cruzeiro na tarde dessa quinta-feira. Após desfalcar o time nos últimos três jogos, o artilheiro celeste, que se recupera de um estiramento muscular, participou do coletivo realizado contra a equipe juvenil.

Feliz por voltar a trabalhar com bola, Wellington Paulista agora está ansioso para o retorno aos gramados. A próxima partida da Raposa será neste domingo, contra o Fluminense.

– Senti um pouco de cansaço, porque fiquei duas semanas sem treinar. Mas fui bem, ajudei os companheiros, fiz gols e dei uma assistência. Agora, estou pronto para continuar treinando e voltar a jogar pelo Cruzeiro – disse o camisa 9, que já anotou 11 gols no Brasileirão.

As outras novidades do treinamento foram o lateral-esquerdo Athirson, que se recuperou de uma forte entrose no tornozelo esquerdo, e o lateral-direito Jancarlos, curado de um estiramento muscular na coxa direita. Já os jogadores que participaram de toda a partida de quarta-feira realizaram um trabalho regenerativo na sala de musculação.

Fonte: Globoesporte.com

Afastado do time do Cruzeiro há duas semanas, desde o clássico contra o Atlético-MG, quando sofreu um estiramento na panturrilha direita, o atacante Wellington Paulista retornou aos treinamentos nesta quarta-feira.

Principal goleador da equipe no Campeonato Brasileiro, com 11 gols, o jogador mostrou confiança em poder retornar à equipe no próximo domingo, quando o Cruzeiro enfrenta o Fluminense no Mineirão.

– Voltei aos treinamentos e não senti nenhuma dor. Acho que estarei à disposição do Adilson Batista para o jogo contra o Fluminense. Espero voltar ao time o mais rápido possível – disse Wellington Pauista.

O atacante desfalcou a equipe nas partidas contra o Botafogo e Corinthians. E não enfrenta o Santo André nesta quarta, no Mineirão.

Fonte: Globoesporte.com

O Cruzeiro ganhará o reforço do seu camisa 10 para a partida deste domingo, às 18h30m, contra o Corinthians, no Pacaembu. Após cumprir suspensão diante do Botafogo, Gilberto, que se recuperou de uma inflamação no tendão de Aquiles do pé direito, está novamente à disposição do técnico Adilson Batista.

O volante Elicarlos também retorna de suspensão. Já Fabrício, que não jogou nesse domingo por conta de dores na panturrilha direita, será reavaliado.

Enquanto isso, zagueiro Leonardo Silva e o atacante Wellington Paulista, ambos com estiramento muscular na panturrilha direita, seguem em tratamento.

Fonte: Globoesporte.com

Definitivamente agosto foi o mês do desgosto para o lateral Jonathan. O jogador sofreu duas lesões musculares seguidas, desfalcando o Cruzeiro em, pelo menos, cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. Recuperado de um estiramento na coxa direita, Jonathan está confiante em voltar à equipe no jogo contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira. O camisa 2 celeste espera se condicionar fisicamente para estar à disposição de Adilson Batista.

– A recuperação está sendo mais rápida do que o esperado, assim como a outra lesão (estiramento na coxa esquerda) foi cicatrizada antes do previsto. Estou me sentindo bem e espero ter condições até quarta-feira – destacou, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

Jonathan lamenta as duas lesões musculares que o atrapalharam no último mês, mas acredita que a fase ruim já passou.

– Eu nunca tive histórico de lesões. Não dá para explicar essa sequência de contusões. A última vez que eu tive uma lesão muscular grave foi em 2007 – recordou.

Siga-nos no Twitter